Conteúdos

Sites de advogados: as melhores referências da web

Advogado confere os sites de advogado disponíveis na internet

Como já falamos algumas vezes por aqui a metodologia de marketing jurídico da 3MIND é totalmente baseada no site do advogado, ou na sua casa digital, como gostamos de chamar. E uma das bases fundamentais de um site com vários acessos é um conteúdo jurídico de qualidade.

Neste artigo trazemos algumas dicas de sites de advogados e para advogados que podem ajudar a inspirar matérias, posts e artigos jurídicos, além de garantir que os advogados ou profissionais da área jurídica estejam sempre atualizados com as novidades do mercado.

Além disso trazemos um passo a passo simples de como começar um site de advogado do zero, sem muita dor de cabeça e super rápido!

Sites jurídicos para se manter informado

Manter-se bem informado é algo vital para os advogados que pretendem começar uma estratégia demarketing digital. Isso porque é fundamental estar em linha com as notícias em alta para não perder uma boa oportunidade de ranqueamento no Google

Quanto mais novo e “quente” o assunto, mais disputada vai ser tornar a primeira página do Google e melhor terá que ser o conteúdo desenvolvido. 

Sabem aquela rotina de ler o jornal no café da manhã, que tal atualizar para dar uma olhada nas principais notícias do mercado jurídico? Isso pode trazer boas ideias para o planejamento de marketing jurídico e com certeza vai agregar valor ao site do advogado ou escritório de advocacia.

Para facilitar a busca por conteúdos jurídicos de qualidade na internet fizemos uma lista com cinco sites jurídicos que valem a visita. São eles:

  1. JUSBRASIL

Jusbrasil é uma plataforma de conteúdo que tem como objetivo principal democratizar o conteúdo jurídico, por isso é totalmente aberta para publicação de terceiros, desde que, é claro, tenham alguma relação com o universo do Direito.

É um dos sites mais usados do Brasil para buscar jurisprudências e seus conteúdos vêm assinados pelos advogados ou colunistas e sempre trazem as fontes de referência usadas no artigo.

Mais de 1,6 milhões de usuários acessam a plataforma diariamente. Com isso seu Domain Authority é muito alto, e ela vai aparecer na maior parte de pesquisas de concorrência referentes a palavras-chave de conteúdos jurídicos. Por isso, vale ficar de olho!

  1. CÁLCULO JURÍDICO

O Cálculo Jurídico nasceu como um software para cálculos previdenciários e hoje auxilia advogados de todo o país com diversos cálculos jurídicos. Além disso o blog do site tem centenas de conteúdos interessantes de diversas áreas (Previdenciário, Trabalhista, Civil, Produtividade). Até a 3MIND já passou para dar umas dicas de marketing jurídico por lá.

O mais interessante da plataforma é que usa uma linguagem totalmente informal e explica cada termo jurídico com muito cuidado para que os usuários, advogados ou não, possam entender todos os processos publicados.

  1. SAJ ADV

O Portal de Notícias do SAJ ADV é um dos mais completos do país. As matérias são divididas em editorias como: Gestão na Advocacia, Direito e Justiça, Dicas, Mercado e Carreira, Marketing Jurídico, Direito Civil, Tecnologias Jurídicas, Direito Trabalhista, Direito Tributário e muitas outras áreas da advocacia.

Não é a toa que o portal está entre as primeiras posições do Google para grande parte dos conteúdos relacionados a palavras-chaves jurídicas. Entender como eles escrevem e como desenvolvem suas pautas, pode ser o primeiro passo para iniciar uma estratégia rumo ao topo do Google

  1. ÂMBITO JURÍDICO

O Âmbito Jurídico é um verdadeiro portal de notícias jurídicas e possui artigos super completos sobre diversas áreas do Direito. Inclusive tem uma Revista Jurídica e um conselho editorial para aprovar os artigos enviados por terceiros. Ou seja, não aceita Fake News e garante a segurança da informação compartilhada.

Eles ainda oferecem modelos de peças e editorias que abrangem todas as áreas de atuação do Direito. Vale como fonte de pesquisa para artigos e ainda pode ser uma fonte de ideias para conteúdos jurídicos autorais.

  1. MIGALHAS

O Migalhas é um dos maiores portais de notícias jurídicas do Brasil, com inúmeros colaboradores, fomentadores e colunistas. Inclusive este que vos fala! Sim, a 3MIND também tem uma coluna com foco em marketing jurídico por lá, vale a pena conferir.

Com mais de 20 anos de mercado, o Migalhas é o site mais confiável do país e tem na sua história seu atestado de veracidade e segurança com a informação compartilhada.

A ideia é simples e foi concebida no início dos tempos, com migalhas diárias de informação o portal oferece ao usuário da internet um verdadeiro banquete de conteúdos jurídicos. Entre eles artigos informativos, opinativos e algumas pitadas de humor, para descontrair. 

Atualmente funciona em parceria com o portal UOL e fomentador de notícias jurídicas do Broadcast Político da Agência Estado.

Agora que você já conhece os principais sites de advogados disponíveis na internet, veja como você pode usá-los para otimizar a análise da concorrência e melhorar o ranqueamento do seu site jurídico no Google.

Análise da concorrência

Os sites de advogados também são fundamentais para a análise da concorrência, um dos pilares da metodologia de marketing jurídico com foco na primeira página do Google, desenvolvida pela 3MIND.

Para quem ainda não fez o curso Rumo ao topo do Google, aqui vai um spoiler.

Chamamos a análise de concorrência de Skyscraper, isso porque comparamos a primeira página do Google com um arranha céu que deve ser escalado por um conteúdo jurídico de qualidade e para isso é preciso fazer melhor que todos os conteúdos que já estão ranqueados no topo deste prédio. 

Na prática funciona assim:

  1. Escolhemos uma palavra-chave para ranquear na primeira página do Google, como por exemplo: rescisão trabalhista.
  2. Pesquisamos rescisão trabalhista no Google a analisamos os 10 sites ranqueados na primeira página.
  3. A análise consiste em anotar o Domain Authority, o Page Authority, o Tráfego e os backlinks de cada página, bem como número depalavras do conteúdo, título usado e intertítulos trabalhados para explorar o tema. Tudo isso pode ser feito com ferramentas de marketing digital gratuitas como Ubersuggets, Moz Bar e SEO Quake.
  4. Depois disso buscamos algumas ideias no Google Feedback para deixar o conteúdo no nosso site jurídico melhor e mais atrativo que o da concorrência.
  5. Por fim escrevemos um conteúdo jurídico matador, seguindo as técnicas de SEO, Copywrite e Storytelling com compartilhamos no Curso de Produção de Conteúdos Jurídicos.

Passo a passo para construir um site de advogado profissional

O Fábio Franco é o responsável pelo desenvolvimento de sites jurídicos da 3MIND e ele compartilhou com a gente o passo a passo para a produção de um site de advogado profissional do zero:

1. Briefing

A 3MIND possui um formulário de briefing para entender como o advogado quer desenvolver o site, quais áreas de atuação deve conter, cores, fontes, seções, entre outros.

2. Estudo do Briefing

Depois que o briefing é entregue a equipe de desenvolvimento de sites faz um estudo do que o cliente quer para entender as necessidades do advogado e escritório de advocacia.

3. Pesquisa

Depois de entender as necessidades do advogado a equipe faz uma pesquisa de concorrência e um mural de referências. Se o advogado tiver alguns sites jurídicos de referência podem enviar para ajudar nesse processo.

4. Software/Criação

Depois da pesquisa inicia-se o processo de criação do site, bem como desenvolvimento do software jurídico que será utilizado no processo.

5. Protótipo

O protótipo é produzido e enviado para uma primeira aprovação do advogado, esse é o momento de alinhar detalhes estéticos e melhorar as funcionalidades do site jurídico.

6. Apresentação

Na entrega para o cliente é realizada uma apresentação que mostra todo o processo de produção anterior e explica todas as escolhas da equipe de design e desenvolvimento.

7. Ajustes

Após a primeira entrega são feitas todas as alterações solicitadas para deixar o site com a cara do advogado ou escritório de advocacia, afinal de contas cada site jurídico deve ser único.

8. Conteúdo

Nessa etapa desenvolvemos um conteúdo específico para contar a história do advogado, dos sócios e associados, bem como do escritório de advocacia e suas áreas de atuação. Esse conteúdo é fundamental para que o usuário entenda quais serviços são oferecidos e sinta segurança para entrar em contato e fechar um contrato.

9. Desenvolvimento

O conteúdo é aplicado no esqueleto do design e o site jurídico entra em uma etapa de desenvolvimento, ou seja, entra em cena o pessoal do HTML.

10. Servidor

Finalmente hospedamos o site jurídico em um servidor escolhido e garantimos que todas as técnicas de SEO técnico estejam em dia.

11. Entrega

Por fim o site jurídico é entregue para o cliente e já pode ser acessado pelos usuários de toda a World Wide Web.

Para saber mais sobre o processo de produção de um site para advogados acesse matéria completa em nosso blog.

Agora que você já entendeu como funciona a análise da concorrência e o passo a passo por trás da produção de um site jurídico, veja o que não pode ter em um site de advogados, devido ao Código de Ética da OAB.

Site de advogado não pode ter segundo o Código de Ética da OAB

Blogs ou sites de advogados os escritórios de advocacia devem levar em conta o art. 41 do Código de Ética e Disciplina […] e o Provimento 94/2000, onde consta que “as colunas que o advogado mantiver nos meios de comunicação social ou os textos que por meio deles divulgar não deverão induzir o leitor a litigar nem promover, dessa forma, captação de clientela”.

Ou seja, é proibido que o conteúdo publicado em um site de advogado ou escritório de advocacia induza o usuário e iniciar um processo judicial ou entrar em contato com o escritório para fechar um contrato. O chamado call to action na linguagem do marketing digital.

Os conteúdos jurídicos publicados devem ser informativos e por isso não devem conter imperativos ou expressões persuasivas que deem a entender que o advogado pode conseguir um melhor resultado para o processo.

Advogados não devem publicar em seus sites lista de clientes e casos, por isso a 3MIND sempre orienta o uso do Storytelling inventado para exemplificar uma jurisprudência do escritório sem citar nomes e valores, traduzindo a linguagem jurídica do documento, sem ferir o código de ética da OAB e facilitando o entendimento do usuário da internet.

Os sites de advogados, mesmo com conteúdo informativo, não podem aceitar propagandas ou anúncios de outras empresas, uma vez que isso seria mercantilização do espaço e consequentemente da profissão. 

Os advogados também precisam se atentar para os direitos e uso de imagem, por exemplo, é expressamente proibido usar imagens de Tribunais em conteúdos jurídicos de sites e redes sociais. O melhor caminho é usar banco de imagens gratuitos ou pagos que já possuem contratos de uso de imagem para publicações na internet.

Agora que você já entendeu como funcionam os sites de advogados, que tal se aprofundar mais no Marketing Jurídico? Inscreva-se no Curso Gratuito de Marketing Jurídico da 3MIND e comece hoje uma estratégia para divulgar seus serviços de advocacia na internet!

[mautic type="form" id="7"]

Receba conteúdos e estratégias atualizadas de Marketing Jurídico gratuitamente!

Sobre o autor
Compartilhe
Suporte 3MIND
Olá, como está?

É um prazer falar com você!!

Para prosseguirmos, selecione uma das opções abaixo, por favor:

1️⃣ Quero entender como funcionam as ações de marketing;
2️⃣ Sou cliente e quero falar com o departamento financeiro;
3️⃣ Quero falar sobre vagas;
4️⃣ Outros assuntos.