Como oferecer soluções jurídicas para o mercado financeiro?

Retrato de Advogado bem sucedido com Marketing Jurídico

Guilherme Barbosa

No sexto episódio do 3MINDCAST batemos um papo com o Marcos Fernandes, “ex advogado empresarial” e atual CEO de um dos principais escritórios XP no Brasil. Marcos compartilhou com a gente o motivo da sua mudança e diversos insights para advogados atuarem como especialistas no mercado financeiro, e separamos os principais destaques pra você!

No início da carreira como advogado o Marcos teve sucesso na área de assessoria jurídica empresarial e administrativa, mas a escalada lenta do negócio causava frustração ao empreendedor, e isso acabou o levando a uma mudança de área.

Para ele, as oportunidades do mundo jurídico estão na reinvenção dos advogados. “O advogado iniciante e até os renomados têm que ir além do passivo e provocar demandas, e para isso devem usar ferramentas de marketing digital para advogados”, comenta ele.

Veja também um conteúdo completo com os principais erros dos advogados iniciantes no marketing jurídico!

Outra dica do empresário é posicionar o escritório de advocacia como empresa, com áreas mais robustas de negócio. “Atualmente é fundamental ser menos advogado e mais empresário. Participar de associações de classe, estar inserido mais ativamente no mercado geral ou em um nicho específico e fora da bolha dos advogados”, acrescenta Marcos.

O ex-advogado vê o mercado financeiro como um nicho em potencial para escritórios de advocacia que buscam um novo nicho de especialização. “Conheço apenas um ou dois escritórios de advocacia que têm serviços focados para o mercado financeiro. Mas entender a fundo esse mercado e os negócios em alta é essencial para descobrir demandas jurídicas. Advogados ainda pecam por serem muito generalistas”, alertou o entrevistado.

Veja este conteúdo completo sobre como escolher um nicho para tornar-se especialista.

E como se especializar na parte jurídica do mercado financeiro?

Para ser um advogado especialista no mercado financeiro é preciso se antecipar e conhecer esse mercado, enxergar como ele funciona e o que está por vir. “Na XP, por exemplo, nosso modelo de negócios não tem funcionários, trabalhamos de forma societária. Como você lida com isso no âmbito trabalhista? O advogado deve antecipar um modelo jurídico para estas empresas de assessoria de investimentos”, comentou Marcos.

Novamente, o fato de “entender o modelo de negócio do cliente” será fundamental para ser reconhecido como alguém especialista no setor, caso contrário, não transmitirá aos empresários a credibilidade para realmente atender a demanda jurídica. 

O compliance é outro exemplo de mercado jurídico pouco explorado. Lá em 2004 quando o Marcos começou seu escritório de advocacia ele percebeu que apenas 10% das empresas tinham uma área de compliance interna e com isso conseguiu propor essa demanda e implementar essa área em diversos clientes. Mas ainda hoje muitos advogados deixam isso de lado, pois o compliance evita o contencioso, que ainda é um foco dos escritórios de advocacia.

Demandas jurídicas no mercado financeiro

Hoje, no Brasil, apenas a XP Investimentos possui 600 escritórios e aproximadamente 8 mil agentes no país, fora as demais financeiras do mercado. O mercado financeiro dobra a cada ano, segundo números da XP Investimentos, girando até 3 trilhões de reais anualmente.

Antigamente as financeiras estavam todas em São Paulo, agora temos vários escritórios no Paraná que merecem uma atenção jurídica, o que indica uma regionalização do mercado financeiro, que pode ser uma oportunidade para advogados, não só na capital, mas no interior dos estados também.

Cursos de Marketing JurídicoPowered by Rock Convert

Outras demandas dentro do mercado financeiro são fusões ou aquisições que envolvem contratos e interesses difusos, bem como contratos societários que podem ser uma grande oportunidade.

Contencioso do mercado financeiro

O mercado financeiro também apresenta oportunidades no contencioso, com retorno mais rápido do que o consultivo. Uma das questões que podem acontecer são o erro operacional e/ou operação ilegal, sem a autorização completa do cliente, na qual ele se sente lesado pela falta de informação causada por erro operacional.

“Hoje a gente consegue fazer uma pré-autorização nos sistemas que evita essa falha operacional, mas ainda pode acontecer”, comenta Marcos.

O cliente que investe alto em produtos complexos também pode vir a se sentir lesado, principalmente ao não atingir o que esperava de retorno, gerando uma oportunidade tanto para o advogado que irá processar a assessoria de investimentos, quanto para o que vai defender a empresa.

Contrato de partido: faz sentido para o mercado financeiro?

O advogado não deve depender do empresário, por isso ele precisa provocar os clientes com tendências e movimentos que fazem sentido, como mitigação de risco ou um planejamento completo de compliance.

Você terá muito mais valor para o empresário do mercado financeiro se entender onde existe o gargalo jurídico dessa área. Pense no cliente para entregar um processo novo para ele, como por exemplo a gestão de contratos, na qual o advogado alerta o cliente sobre as datas de validade, necessidades de atualização e outros pontos relevantes.  isso, geralmente o advogado empresarial generalista só elabora o contrato e não gerencia essa demanda futura.

O advogado do futuro tem que ser pró-ativo, organizado e tem que se antecipar ao cliente e isso deve ser comprovado nas estratégias de marketing digital do escritório. Mostrando esse know how e solucionando problemas que o cliente nem sabia que existiam. O grande segredo do conteúdo de valor é produzir algo novo, ir além das pesquisas e criar as novas demandas para o escritório de advocacia.

“Buscar tendências de mercado, se especializar e achar novos nichos. Não adianta fazer algo que você ama e não ter demanda para isso, por isso procurar uma especialização assertiva que una a paixão do advogado com as necessidades de mercado. Comprovar essa especialização e se posicionar no mercado on-line é fundamental: escreva artigos, faça podcasts, produza conteúdo. Não adianta ser bom, você precisa demonstrar isso, aí o marketing digital para advogados é fundamental”, concluiu Marcos.

Veja o conteúdo completo sobre como divulgar cases de sucesso do escritório de advocacia sem ferir o código de ética da OAB.

E aí, ficou com vontade de se especializar em soluções jurídicas para o mercado financeiro? Conta pra gente outras áreas que você acha que podem abrir oportunidades para advogados especialistas, vamos produzir um conteúdo sob medida pra você.

Receba conteúdos e estratégias atualizadas de Marketing Jurídico gratuitamente!

Sobre o autor
Guilherme Barbosa

Guilherme Barbosa

Especialista em marketing com ênfase no universo Jurídico. Criador e mentor de novos negócios (startups), e expert em Inteligência analítica e Big Data (PUC-PR). Minha paixão - transformar números, dados e intuições em estratégias eficientes.

Compartilhe
Responder
Olá, meu nome é Victor! 😊

Nós já ajudamos mais de 100 escritórios de pequeno a grande porte a construir sua autoridade.

Como podemos lhe ajudar?