Conteúdos

Como advogados podem anunciar no Google

Casal sênior abre anúncio no Google de advogado

Os últimos anos foram cruciais para determinar os novos rumos da publicidade online. Não é à toa que se você deseja aumentar a o número de clientes em potencial para sua empresa já deve ter considerado anunciar seu serviço ou produto na internet, principalmente no Google.

E como fazer isso? Várias são as maneiras, mas uma das mais eficazes e utilizada no mundo todo é o Google Ads, que exibe anúncios de acordo com o que as pessoas estão buscando naquele momento.

O que é um anúncio no Google?

Quando se tem uma empresa, tudo o que geralmente se deseja é buscar oportunidades e fazer ela crescer. Uma boa forma de fazer isso é usar estratégias de marketing digital e anunciar seus produtos ou serviços na internet, principalmente através do Google, que é a ferramenta de busca mais utilizada no mundo.

Anunciar no Google, por si só, já é grande coisa, mas se torna uma oportunidade ainda mais chamativa se levarmos em conta que a ferramenta de coordenação de anúncios, o Google Ads, é super acessível a qualquer um, bastando um simples cadastro e a publicação de uma campanha.

O Google Ads, antigo Google Adwords, é a ferramenta de publicidade on-line do Google, lançada originalmente no ano 2000, por meio da qual se exibe anúncios em forma de links patrocinados no momento em que uma pessoa faz uma busca no Google, seja pelo celular, seja pelo computador, embasando seus resultados em palavras-chave utilizadas na hora da pesquisa.

Com o Google Ads, pode-se criar anúncios on-line que alcançam milhares de pessoas no exato momento em que elas estão interessadas nos produtos ou serviços que uma empresa disponibiliza. Dessa forma, é possível alavancar a empresa, criando mais visibilidade e tráfego para seu website, alcançando um número maior de clientes, que vão consumir seus produtos ou contratar os serviços oferecidos por ela.

Usar a plataforma do Google Ads é fundamentalmente simples. As contas dos usuários são todas gerenciadas pela internet, podendo-se alterar as campanhas publicitárias, acessar as configurações da conta e gerenciar o orçamento em qualquer lugar e sempre que desejar.

Aliás, quando se fala em orçamento, o Ads é super flexível, pois não determina requisitos mínimos a serem obedecidos. O próprio cliente vai ser responsável por determinar e controlar o seu orçamento, que, ademais, deve ser adaptado à sua realidade financeira.

Apesar de todas as facilidades e benefícios, mexer com o Ads nem sempre vai ser tarefa fácil, principalmente no que diz respeito a retorno de investimento, uma vez que saber lidar da forma correta com as mais variadas ferramentas disponíveis requer bastante conhecimento e boas estratégias.

Como fazer um anúncio no Google?

·         Tipos de anúncios

1. Anúncios na Rede de Pesquisa

Os anúncios da rede de pesquisa são aqueles formados unicamente por textos, apresentados no topo ou no rodapé de um resultado de pesquisa, sendo os mais populares do Google Ads, uma vez que o anúncio sempre será mostrado quando os termos determinados para a campanha forem pesquisados, sendo visto na hora certa, pela pessoa certa.

Nota-se que, fundamentalmente, eles são quase idênticos aos demais resultados de pesquisa. Entretanto, vêm acompanhados da palavra “anúncio”, que aparece junto à publicidade, que serve para demonstrar sua natureza de resultado pago.

Bem, quando o objetivo da empresa anunciante é gerar vendas ou contatos realmente interessados em seu conteúdo, a rede de pesquisa do Google é a melhor opção, pois já vai aparecer diretamente para os interessados no momento da pesquisa, que não precisam ser convencidos a consumir.

2. Anúncios na Rede Display

Os anúncios na Rede Display são aqueles expostos em forma de banner, animados ou não, em sites parceiros do Google, tais como blogs, portais, e vários outros, que se associaram para receberanúncios pagos em suas plataformas, desde que sejam, de alguma forma, importantes para o desenvolvimento da anunciante.

Aqui, é preciso observar que quem determina a segmentação é o próprio anunciante, na plataforma, reconhecendo aqueles que fortalecem a marca de alguma forma.

É interessante deixar claro que fazer um anúncio na rede display é completamente diferente do anúncio feito na rede de pesquisa, e bem mais complicado também. Apenas um bom texto não é suficiente, mais que isso, é necessário atenção ao design da publicidade.

Sendo assim, os anúncios na rede display são interessantes para aqueles que querem fortalecer sua marca, elevando sua visibilidade e expandindo seu alcance na internet. Além disso, eles são extremamente eficazes em campanhas de remarketing, que identificam usuários que já visitaram aquele site antes.

3. Anúncios de Vídeo

Os anúncios de vídeos são aqueles exibidos em vídeos autônomos ou inseridos em plataformas de streaming de vídeo, oferecendo uma experiência avançada e atraente para os clientes em websites parceiros do Google, como é o caso do Youtube.

Geralmente, os anúncios mais usados nessas campanhas de vídeo são os In Stream CPV (Custo Por Visualização), na qual só se cobra a visualização se o vídeo for assistido pelo usuário por, pelo menos, 30 segundos.

Os anúncios em vídeo no Youtube, assim como os anúncios na rede Display, são muito bons para fortalecimento da marca e remarketing, pois podem ser divididos em segmentos bem determinados, que levam a um público bem específico. Além disso, o pagamento só é feito se o usuário clicar ou assistir o anúncio até o fim.

O Youtube, além da parceria com o Google para os anúncios de vídeo, também fornece tipos próprios de anúncios como:

– Anúncio em vídeo que pode ser pulado

– Anúncio em vídeo que não pode ser pulado

– Anúncio em banner gráfico

– Anúncio em banner sobreposto:  no formato banner, mas exibido sobre o vídeo.

– Cartões patrocinados: exibem conteúdos relevantes para o vídeo que está sendo assistido.

4. Anúncio para aplicativos

Os anúncios em aplicativos são voltados para a geração de downloads de aplicativos, quando os anúncios são expostos para milhões de pessoas em toda a rede do Google: Rede de pesquisa, Google Play, Youtube e milhares de outros aplicativos para dispositivos móveis.

Esse tipo de anúncio é mais indicado para aqueles que possuem um negócio que tem um aplicativo e querem expandir seu alcance. Nesse caso, seu aplicativo será amplamente divulgado para os usuários tanto de IOS, da Apple, quanto de Android, ficando bem mais conhecido e, assim, proporcionando mais downloads.

5. Anúncio no Google Shopping

O Google Shopping é mais direcionado para lojas virtuais, lojas online, comércio eletrônico, por assim dizer, conhecidos como e-commerce. Nesse caso, os anúncios aparecem dispostos como em uma vitrine, com a foto do produto, seu título e preço.

É por meio do Google Shopping que se pode desenvolver campanhas para alavancar produtos e gerar maior volume de acesso ao website da empresa. Aqui, os anúncios desenvolvidos aparecem próximos aos anúncios de texto na rede de pesquisa, na maioria das vezes na parte superior da página e são bastante utilizados por empresas que possuem produtos com preços competitivos, aumentando consideravelmente as vendas.

6. Remarketing

Remarketing é estratégia de exibir novamente um anúncio de algo que havia despertado o interesse de um usuário anteriormente, sendo uma das estratégias mais poderosas utilizadas no meio online, uma vez que mantém o produto ou serviço sempre visível para os compradores em potencial, que já demonstraram interesse, mas ainda não realizaram a compra.

Por meio do remarketing é possível alcançar as pessoas que já entraram no seu site ou usaram seu aplicativo, podendo ver seus anúncios enquanto navegam em sites que fazem parte da Rede de Display do Google ou quando fazem novas pesquisas por termos relacionados.

·         Campanha

Quando se fala em Campanha, imediatamente se remete à promoção de uma marca, empresa, produto, com o objetivo de alavancar as vendas. São, por assim dizer, ações voltadas para o público-alvo do anunciante, gerando uma aproximação maior entre ele e seus clientes.

De acordo com o suporte do Google Ads, campanha é “um conjunto de grupos de anúncios (anúncios, palavras-chave e lances) que compartilham um orçamento, uma separação por local e outras configurações”. Nesse caso, as campanhas são utilizadas para categorizar os produtos ou os serviços que a empresa disponibiliza.

Ainda de acordo com o glossário do Ads, a sua conta pode conter várias campanhas de publicidade sendo exibidas em locais diferentes e com orçamentos também diferentes, com configurações definidas em conformidade com o seu nível.

·         Palavras-chave

As palavras-chave são palavras ou frases que melhor caracterizam o produto ou serviço. São termos usados pelos usuários do Google que podem levar ao anúncio, determinando quando e onde ele vai ser exibido.

As palavras-chave que a empresa escolhe podem ir das mais abrangentes às mais específicas, mas sempre devem ter relação com a oferta, uma vez que causam forte impacto no sucesso da campanha, elevando sua qualidade e angariando mais clientes.

Outro aspecto bastante relevante a ser observado é que se o termo de pesquisa usado pelo usuário do Google for semelhante a alguma das palavras-chave determinadas, o seu anúncio pode ser selecionado para exibição. Além disso, elas podem ainda ser utilizadas na correlação entre o seu anúncio e os websites da rede do Google que tenham alguma relação com elas.

Diante dessas considerações, fica claro que uma boa estratégia para a escolha das palavras-chave é ter uma lista eficaz, que consiga traduzir a vontade do usuário e atraia o público alvo, convertendo mais pessoas em clientes.

·         Design

O design do anúncio também é um ponto importante a ser considerado na criação das campanhas. É nesse momento que o anunciante deve determinar a aparência que o anúncio vai ter, o seu layout, de acordo com o tamanho do espaço disponível, considerando, para isso, as necessidades de seus clientes, ganhando mais pontos exatamente por isso.

Na hora de criar os anúncios dê sempre destaque aos diferenciais do produto, descrevendo suas características, o preço, alguma oferta, ajudando as pessoas a tomar uma decisão.

Outra importante prática para a criação de um anúncio é a inclusão de palavras-chave no texto, mostrando o quanto ele é importante para aqueles que estão fazendo pesquisa. Além disso, é bem interessante utilizar Call-to-Action – CTA’s, que são frases no imperativo que ajudam a entender o passo a passo depois do clique no anúncio.

Verificar se os produtos ou serviços anunciados estão presentes na página de acesso também é bastante recomendado, assim como a realização de testes, criando diversas variações do mesmo anúncio e determinando a que teve o melhor desempenho.

Algo extremamente importante e não que pode faltar no seu anúncio são as extensões, que mostram mais informações sobre o que se anuncia, ajudando a destacar o anúncio e a melhorar a taxa de cliques, recebendo mais tráfego de clientes.

No Google Ads estão disponíveis várias extensões, como é o caso das de:

–        Aplicativo: direciona o usuário à loja de aplicativos ou inicia o download do mesmo;

–        Comentários: exibe comentário positivo feito por algum cliente, transmitindo credibilidade;

–        Chamada: exibe um ícone de telefone, que permite que as pessoas liguem diretamente para o número usado na configuração do anúncio;

–        Local: mostra o endereço da empresa para aqueles que estão perto da loja física.

–        Frase de Destaque: mostram os benefícios oferecidos pelo anunciante;

–        Visitas Anteriores: mostra que a pessoa já visitou aquele site.

·         Copy

Copywriting é uma estratégia usada para persuadir o público-alvo daquele anúncio a fazer alguma coisa, como acessar um site, comprar um produto, baixar um material gratuito, usando técnicas de escrita que tornam a oferta bastante atraente. Em outras palavras, é a habilidade que o anunciante tem de fazer com seus visitantes realizem uma ação específica.

Aqui, aquele que elabora a copy precisa ser persuasivo, usando gatilhos que chamem a atenção do leitor e assim gerar mais conversões e, por consequência, mais vendas.

Diferentemente do que se pensa, a copy é um conceito antigo, presente em inúmeros comerciais de televisão, rádio, revistas, e, com a ascensão da internet, não é usada apenas com o objetivo de vender, muito pelo contrário, pode ser utilizada para participação em pesquisa, assinatura de newsletter e várias outras formas de conversão.

O que está se buscando aqui é o retorno sobre investimento positivo, que mostra o resultado positivo de um investimento feito, além do desenvolvimento da interação da empresa com seu cliente, fazendo com que ele perceba a importância do material fornecido, nutrindo uma relação e o convertendo em comprador assíduo.

Quanto custa um anúncio no Google?

No Google Ads é possível começar com pouco, sentir o retorno e avaliar o comportamento do público, e só então aumentar o investimento pouco a pouco. Ao longo do tempo, é muito normal que o custo por clique das palavras-chave de determinados nichos aumente, e isso acontece em razão da chegada de novos concorrentes. Apesar disso, a mídia continua sendo uma das melhores formas de se ter um bom e rápido retorno de investimento.

·         Leilão

É por meio de um leilão que o Google determina a posição de cada anúncio. Isso acontece instantaneamente a cada busca dos usuários e envolve todos os anunciantes que estão com uma campanha ativa no Ads para o termo pesquisado pelo usuário. Esses termos são chamados de palavras-chave no Google.

No leilão, o Google leva em conta alguns critérios de classificação, que incluem o lance máximo que o anunciante está disposto a pagar pelo clique do usuário, o Índice de Qualidade das campanhas e o impacto esperado das extensões de anúncio usadas pelo anunciante. Basicamente, isso quer dizer que a visibilidade dos anúncios não depende simplesmente do quanto você está disposto a pagar, mas também da qualidade do trabalho.

Ao classificar anunciantes com base nos lances deles e no Índice de qualidade, o leilão de anúncios cria uma situação vantajosa para todos: ele atribui o bloco de anúncios aos anunciantes que o valorizam mais. Assim, a publicidade vencedora é aquela que pertence aos anunciantes dispostos a pagar mais. Além disso, a utilização do Índice de qualidade garante uma boa experiência do usuário.

É preciso tem em mente que antes do leilão, o sistema do Google restringe todos os anúncios do Google Ads disponíveis para poder identificar quais estão qualificados para concorrer pela exibição nas suas páginas.

Assim como acontece em um leilão tradicional, quanto mais anunciantes definirem lances para exibir publicidade nas suas páginas, maior será a concorrência pelos blocos de anúncios e o lucro que o anunciante conseguirá. Quanto menos restrições colocar sobre os anúncios que podem ser exibidos em seu site, mais anúncios o sistema poderá retornar, o que aumenta a receita.

Quando houver definido um conjunto de anúncios qualificados, o leilão determinará quais deles serão exibidos nas suas páginas e quanto cada anunciante pagará. Para cada anúncio qualificado, a classificação dele é calculada combinando o lance genérico e o Índice de qualidade do anúncio.

Uma vez que os anúncios são organizados com base nessa classificação, um anunciante com um lance de Custo Por Clique baixo e um Índice de qualidade alto pode vencer o leilão de um concorrente com um lance genérico maior, mas que tenha criativos que proporcionem uma experiência inferior ao usuário e apresentem baixa probabilidade de receber cliques. Além disso, nesse sistema dinâmico com base em leilão o preço pago pelo vencedor varia de acordo com o leilão e a impressão de anúncio, dependendo do Índice de qualidade dos anunciantes para a página em questão e do nível de concorrência do leilão.

Dessa forma, fica claro o leilão foi desenvolvido para garantir que os anunciantes sejam incentivados a definir o lance com base no valor máximo real que pagariam por um clique e desencorajados caso queiram usar um valor menor que esse.

Como o leilão de anúncios é dinâmico, repetido a cada pesquisa no Google, o resultado de cada leilão e seus ganhos podem mudar, dependendo de vários fatores, como concorrência no momento.

É muito importante lembrar que todos os anúncios exibidos nas páginas na Rede de Display venceram o leilão desse espaço. Os anúncios vencedores precisam ser relevantes para os usuários e ajudar a empresa a lucrar o máximo possível com suas páginas.

·         Orçamento

O orçamento é a ferramenta utilizada para controlar os custos da publicidade, tirando o máximo de proveito do investimento feito. Com o Google Ads, a empresa está no comando direto dos seus custos de publicidade on-line, podendo definir orçamento diário médio e alterá-lo a qualquer tempo, não pagando mais do que o orçamento mensal, ainda que exista variação de gastos, e nem interrompendo a exibição de anúncios a qualquer momento.

Se você já sabe quanto quer gastar durante toda a campanha, pode definir um orçamento total para ela. Nesse caso, o Ads fará o possível para usar o orçamento de forma uniforme durante a duração da campanha.

Vale esclarecer que os ajustes no orçamento de publicidade podem acontecer a qualquer momento, assim como a interrupção da exibição dos anúncios. Além disso, é bom observar que os pagamentos são feitos apenas quando as pessoas clicarem nos anúncios ou visitarem o site.

·         Anúncios gratuitos no Google

Muito se engana quem pensa que os anúncios no Google são apenas os pagos. Para quem não sabe, o Google Meu Negócio é uma ferramenta que faz referência destacada gratuita na lateral direita das pesquisas tanto as feitas em desktops quanto as feitas em dispositivos móveis.

Por meio dessa plataforma, a empresa pode disponibilizar dados importantes, formas de contato, horário de funcionamento, etc. Ou seja, quanto mais informações você disponibilizar, mais chance de atrair clientes, pois se torna mais conhecida e confiável.

Outra forma de anunciar de forma gratuita é utilizar técnicas de marketing de busca ou SEO em seu website, que fornece um conjunto de ferramentas de otimização para conseguir um bom posicionamento nos resultados de pesquisa e aumentar as chances de aparecer na primeira página do Google.

Uma forma bastante interessante de anúncio gratuito é compartilhar informações relevantes e detalhadas captadas pela empresa seja por meio de e-books, seja por guias. Dessa forma, a empresa ajuda quem está precisando e ganha a confiança do leitor, aumentando sua exposição.

Além de tudo isso, e se for possível, um bom modo de exposição e aumento de page rank é fornecer serviços, consultorias, aulas, de forma totalmente gratuitas, atingindo pessoas que procuram por esse tipo de ação.

Anúncios no Google X Anúncios no Facebook/Instagram e Youtube

Anúncios no Google, como já explicado anteriormente são feitos por meio da plataforma Ads, através da qual se exibe anúncios em forma de links patrocinados no momento em que uma pessoa faz uma busca no Google, seja pelo celular, seja pelo computador, embasando seus resultados em palavras-chave utilizadas na hora da pesquisa.

Diferentemente do que acontece no Google Ads, o Facebook Ads possibilita a criação de anúncios no Facebook e Instagram, direcionando o usuário para a fanpage da empresa ou seu website. Aqui, consegue-se identificar diversos fatores importantes como sexo, idade, localização que permitem a criação de anúncios mais bem direcionados, com um bom alcance.

O Youtube Ads, assim como as outras plataformas mencionadas, é o meio de fazer anúncios no YouTube, alcançando clientes em potencial e os incentivando a realizar ações no momento em que assistem ou pesquisam vídeos no YouTube, realizando o pagamento apenas quando eles demonstram interesse.

Escolher a melhor ferramenta não é tarefa das mais fáceis. Se a sua empresa deseja engajamento do público para desenvolver uma relação e consolidar a marca, o Facebook Ads é mais indicado, pois através dele pode-se criar audiência e aumentar o número de seguidores realmente interessados no produto ou serviço.

Entretanto, se o objetivo da empresa for aumentar diretamente as vendas, o mais recomendado é o Google Ads, pois capta o usuário já em estágio de consideração ou decisão, sendo sua taxa de conversão em cliente bem maior.

Cada uma dessas ferramentas de anúncio possui seus prós e contras, exigindo bastante conhecimento de seus usuários para conseguirem o retorno esperado. A escolha da melhor ferramenta vai depender do objetivo da empresa, qual público-alvo pretende atingir e os retornos do investimento, sendo recomendado, sempre que possível, utilizá-las de forma conjunta para uma estratégia completa de marketing digital.

Google Orgânico e o SEO

Orgânicos são aqueles conteúdos que aparecem espontaneamente, entretanto, para entregar conteúdos que não são pagos na primeira página de busca do Google, leva-se em consideração diversos critérios que demonstram a qualidade do conteúdo, garantindo ao usuário informações que tenham credibilidade e sejam úteis.

E o que é considerado? As regras sempre mudam, mas o que mais importa é o conteúdo. Além dele, existem estratégias, como as Ferramentas de SEO, que otimizam as publicações, e as tornam mais relevantes e, dessa forma, mais encontradas na primeira página do Google.

Baseando-se nas informações de como o Google funciona, surgiu o Search Engine Optimization – SEO, que é um conjunto de técnicas usadas para otimizar um sistema ou página na web de forma que seja melhor classificada pelos sites de busca.

Algumas técnicas de otimização, tais como: URLS amigáveis e IMG das imagens com nome do que está sendo mostrado nela são alguns exemplos de técnicas que ainda formam a base para o SEO.

O White Hat é um conjunto de boas práticas que podem ser feitas dentro do SEO para aumentar o ranqueamento de um site, e estão de acordo com as normas do Google, em que promovem um aumento de ranqueamento de maneira limpa, sem que o site seja visto como irregular ou ruim pela ferramenta de busca.

Outra forma de melhorar o posicionamento do site nas buscas é usar ferramentas como o Google Analytics, que ajuda a entender melhor o público de um site, monitorando todos os números relacionados ao tráfego, auxiliando seu o administrador a conhecer métricas de visitação do seu site.

Dessa forma, para o melhor posicionamento da página nas buscas consideram-se fatores como:

–        Qualidade e extensão dos textos produzidos;

–        Tempo de carregamento e adaptabilidade da página para dispositivos móveis;

–        Linkagem interna dos conteúdos;

–        Diversidade de formatos de conteúdo nas páginas.

Metodologia da 3MIND – Anúncios do Google x Google Orgânico

A 3MIND é especialista em Marketing de Conteúdo para Advogados com foco em posicionar escritórios na primeira página do Google utilizando ferramentas de SEO.

Aqui, opta-se pelo Google Orgânico, não pago, elevando a posição dos clientes nas buscas de acordo com estratégias de planejamento e estruturação de conteúdo, definição de palavras-chave e identificação de volume de pesquisas relacionados a elas, assim como a definição de um conteúdo principal e análise dos concorrentes, o que proporciona a elaboração de conteúdo altamente qualificado, que pode chegar ao topo do Google.

O método utilizado consiste em:

1. Pesquisa Digital: utiliza ferramentas para entender como as pessoas estão procurando sobre os problemas jurídicos que serão seu foco. A partir do seu foco de atuação, identifica-se as formas de pesquisa e as publicações mais relevantes sobre o assunto.

2. Planejamento Estratégico: Elabora-se o planejamento estratégico para os 3 primeiros meses, baseado nos resultados da pesquisa digital.O planejamento poderá ser aperfeiçoado a cada ciclo de publicações (30 dias), ou novas situações favoráveis a estratégia do escritório.

3. Produção de Conteúdo: os textos recebem a atenção profissionais distintos para a produção, revisão e otimização de SEO (Google).

4. Design: Elabora-se o layout padrão e deixa pronto para veiculação nas suas redes sociais. Os textos das publicações são enviados encurtados e prontos para veiculação.

5. Publicações nas Redes Sociais: Os conteúdos são entregues prontos para veiculação em todos os seus canais.

[mautic type="form" id="7"]

Receba conteúdos e estratégias atualizadas de Marketing Jurídico gratuitamente!

Sobre o autor
Compartilhe
Suporte 3MIND
Olá, como está?

É um prazer falar com você!!

Para prosseguirmos, selecione uma das opções abaixo, por favor:

1️⃣ Quero entender como funcionam as ações de marketing;
2️⃣ Sou cliente e quero falar com o departamento financeiro;
3️⃣ Quero falar sobre vagas;
4️⃣ Outros assuntos.