Marketing jurídico: como criar um site de qualidade para o escritório

Guilherme Barbosa

Com contribuição de Guilherme Gonçalves.

O que você deve levar em consideração na hora de fazer um site para o seu escritório? Como especialistas em marketing jurídico trazemos algumas dicas básicas para os advogados que estão começando a investir no mercado digital e ainda tem muitas dúvidas sobre atuar nesse universo. Esse conteúdo foi feito com base no vídeo Criação de site para Advogados, o que eu preciso saber?, disponível em nosso canal do YouTube.

O primeiro passo para começar uma estratégia de marketing jurídico com base no site do escritório de advocacia é entender dois pilares fundamentais dessa ferramenta: estética e funcionalidade.

  • Estética: deve conter valores que remetem ao seu escritório de advocacia, principalmente no sentido de garantir autoridade e segurança para o usuário que acessá-lo.
  • Funcionalidade: são fatores de desempenho do site. O website do escritório de advocacia é uma ferramenta de “vendas”, não pode ser só bonito e estático. É preciso entender o desempenho de velocidade, ou seja, quanto tempo ele demora para carregar (o usuário não espera mais de 6 ou 7 segundos segundo pesquisas do Google). E garantir a usabilidade, encontrando meios que facilitem as ações do usuário, como efetivar um contato por exemplo e encontrar um assunto do seu interesse.

Com isso entendemos que, para que um site ajude na estratégia de marketing jurídico do escritório de advocacia, é preciso encontrar um meio termo entre estética e funcionalidade. Não adianta ser totalmente funcional e não transmitir realmente os diferenciais e os problemas jurídicos que o escritório está disposto a resolver..

Não se esqueça que o objetivo final do site é a comunicação com o público-alvo, por isso deve ser feito para ele. Deixe de lado o gosto pessoal e pense no usuário. O que ele está buscando? Trazer informações relevantes para esse futuro cliente também é fundamental para mantê-lo interessado.

Funil de jornada do usuário

Para entender a função do site do escritório de advocacia, é preciso conhecer a jornada do usuário. A ponta do funil é o marketing jurídico que tem como objetivo trazer o público para o site. O site, por sua vez, é o meio do funil. Ele tem como objetivo captar o cliente, e ajudar a transformar o usuário em um contato.

O final do funil é o departamento comercial do escritório de advocacia que recebe os contatos captados pelo site e vai conseguir fechar o contrato e transformá-los em clientes.

Em resumo, o site é uma ferramenta com uma função crucial na presença digital do escritório de advocacia. Pela nossa experiência, ele pode influenciar em até 60% no resultado das ações, para mais ou para menos, a depender da qualidade e da atenção devida aos detalhes transmitidos neste conteúdo em texto e vídeo.

Caso tenha ficado com alguma dúvida sobre o papel do site no marketing jurídico deixe seu comentário que teremos o prazer de ajudá-lo!

Sobre o autor
Guilherme Barbosa

Guilherme Barbosa

Especialista em marketing com ênfase no universo Jurídico. Criador e mentor de novos negócios (startups), e expert em Inteligência analítica e Big Data (PUC-PR). Minha paixão - transformar números, dados e intuições em estratégias eficientes.

Compartilhe
Responder
Olá, meu nome é Victor! 😊

Nós já ajudamos mais de 100 escritórios de pequeno a grande porte a construir sua autoridade.

Como podemos lhe ajudar?