Direito e Tecnologia: Qual a ligação entre eles?

A tecnologia está cada vez mais presente no cotidiano individual e coletivo das sociedades atuais. Com celulares atualizados, redes de internet mais rápidas, novas aplicações e demandas mudaram integralmente a realidade do trabalho, inclusive no direito. 

Nas áreas do direito a lógica não seria diferente, um dos espaços de trabalho mais tradicionais da humanidade têm evoluído graças a digitalização dos processos obtidos por meio da tecnologia envolvida. 

Se no ramo financeiro surgem as fintechs e no alimentício surgem as food techs, no direito nasceram empresas e startups de lawtechs e legaltechs

A tradição não é antagônica dessa evolução, mas acompanha e garante a segurança desse processo de desenvolvimento. 

Um dos processos que mais demonstram esse processo é o advento de sites online de acompanhamento de processos. 

Essa dinâmica impõe uma necessidade de atualização dentro das novidades que quando implementadas mudam a lógica do cotidiano profissional. 

Seja para o trabalho autônomo no dia a dia em um coworking sala de treinamento ou gerenciar um escritório de advocacia com uma grande carteira de clientes é preciso ter atenção às demandas tecnológicas dos dias atuais, tanto na gestão quanto no marketing. 

Mesmo que ela seja a causadora dessa nova linha de atenção, a tecnologia também é a principal facilitadora de implementação de novos processos no meio jurídico. 

Por isso, antes de aderir a um aplicativo, processo ou dinâmica é preciso entender o impacto da tecnologia no direito. 

O primeiro ponto fundamental para entender como a tecnologia vai afetar o direito nos próximos anos é aceitar que isso não é uma questão de se, mas sim de quando. A inovação tecnológica é inevitável, ao menos nos sistemas atuais, quem não aderir será ultrapassado. 

É muito importante que se compreenda que quem implementar primeiro certas tecnologias terá mais destaque no seu mercado e será visto como referência. 

Quanto mais tempo de uso de uma tecnologia, mais cedo ela será naturalizada e utilizada de forma mais eficiente. 

Outra questão é que se olharmos o cenário atual com o olhar de um advogado a vinte anos atrás provavelmente já estaríamos perdidos com a quantidade de novos procedimentos que foram desenvolvidos. 

É normal que profissionais mais experientes sentem mais desconforto ao transpor seu trabalho no meio digital, mas essa inovação precisa também da experiência para validar sua utilidade e se aprimorar com o tempo. 

Nos dias de hoje é possível correr um processo inteiro apenas comparecendo à videoconferências, informações que antes precisam de consultas presenciais no fórum agora estão disponíveis online. 

Sendo assim, até a contratação de um profissional pode ser feita pela internet. 

Não é necessário pensar muito a frente para entender que a tecnologia já é uma realidade na área do direito. A inovação e a segurança das normas andam de mãos dadas para apontar as demandas e solucionar demandas. 

Qual é a ligação entre direito e tecnologia?

A tecnologia é o principal vetor de inovação e aumento da produtividade e da eficiência que todos os mercados demandam o tempo inteiro, essa regra vale também para o direito. 

Desde a gestão mais inteligente de um escritório até a rotina são afetadas pela tecnologia. 

Seja com um elevador acessibilidade cadeirante ou com softwares que digitalizam e dão andamento aos processos, o ambiente jurídico está sempre se adaptando às novas demandas e realidades de rotina. 

Atualmente a tecnologia já está profundamente integrada ao dia a dia do profissional de direito. Mesmo que seja uma área de atuação reconhecida por ser tradicional, a área do direito tem se renovado através da tecnologia aplicada a esse meio. 

Mesmo que tradição e inovação pareçam conceitos antagônicos, na verdade é essa dicotomia em equilíbrio que faz com que o direito demande a inovação para corrigir erros e reformular processos de forma mais eficiente e dinâmica. 

O próprio modelo de trabalho independente da área mudou muito, mas, ferramentas como fachada comunicação visual ainda são essenciais.

Isso porque os novos tempos trazem questões mais urgentes, que demandam uma resposta mais rápida.

As reuniões entre advogados e clientes, procuradores ou até sessões oficiais são extremamente frequentes no dia a dia de profissionais e contratantes de um escritório de direito. Nesse aspecto as videochamadas vieram para chegar. 

Durante a pandemia de Covid-19 essa conectividade foi colocada de forma abrupta no cotidiano devido a demanda imediata, depois de um período de adaptação a justiça foi encontrando os formatos mais eficientes. 

Essa implementação já causa impactos na realidade atual, com conferências virtuais, o processo jurídico ganha muito mais agilidade e economia de recursos. 

Atualmente um processo pode correr sem que o advogado ou o representado precise se encaminhar a um fórum. 

Essa é uma das imagens de reflexo de uma demanda que o direito sempre teve que é garantir o sucesso em tempo real das comunicações da forma mais eficiente possível. 

A adaptação necessária foi a compra de materiais e o entendimento dos aplicativos de comunicação. As vantagens da implementação da tecnologia à área do direito são: 

  • Utilização de ferramentas de conferência via aplicativos;
  • Armazenamento digital dos arquivos em nuvem; 
  • Serviço de segurança digital por meio de senhas de acesso; 
  • Aplicações de gestão de processos; 
  • Plataformas digitais destinadas a atuação jurídica;
  • Redução de prazos e custos; 
  • Novas possibilidades de atuação.

Lidar com a segurança, organização e acesso de documentos é uma dificuldade da área do direito existente desde a sua origem. 

Os arquivos físicos tinham uma série de problemas, tanto dificultando a pesquisa quanto categorização dos documentos. 

Nos dias de hoje o arquivo físico de pilhas de papel com documentos, relatórios e pastas vai cedendo espaço físico no escritório para dar lugar ao armazenamento em nuvem. Essa é uma opção mais barata, segura e eficiente. 

O que seriam horas de procura nos arquivos do escritório agora podem ser resolvidos com uma palavra-chave na barra de buscas com todo o acervo do escritório presente em uma nuvem digital.  

Escritórios mais tradicionais podem ser mais receosos, mas esses serviços dependem de acessos por senha e verificações para manter as proteções necessárias nos arquivos. 

Além das aplicações próprias da área do direito, os sócios podem contar com ferramentas digitais de gestão para ajudar na dupla tarefa de exercer a função e administrar o escritório com todas as suas demandas. 

Vantagens da tecnologia no dia a dia do direito 

Para a manutenção de uma rotina produtiva no escritório de direito é necessário mais que realizar a limpeza de carpete empresarial. A implementação de novas tecnologias se mostra cada vez mais fundamental. 

Assim como em toda a área de atuação profissional que se adapta aos tempos correntes fazendo o uso da tecnologia, no direito ela chega como vetor de aumento de produtividade e agregador de novas facilidades no dia a dia.

O direito é uma área de atuação que precisa minimizar erros, um processo com erros do profissional operador de direito pode acarretar sérios prejuízos ao contratante, por isso, as falhas devem ser minimizadas ao máximo.

Assim como um robô auxiliar para logística, as tecnologias empregadas nas áreas do direito tendem a aumentar a produtividade de uma equipe e em maior âmbito agilizar o andamento dos processos em todas as instâncias. 

Quando tarefas protocolares como o preenchimento de formulários, criação de relatórios, organização de arquivos de documentação e outros atos protocolares podem ser feitos de forma automática pelos softwares, o escritório ganha muita eficiência. 

A equipe pode unir esforços e focar em pontos mais críticos que realmente demandam atenção dedicada de um profissional de direito. 

Um escritório mais dinâmico, consegue um maior índice de sucesso nas ações e pode captar uma carteira de clientes maior. 

O benefício a seguir é muito sensível na área do direito mas pode ser notado até por um gestor de uma empresa de adesivagem profissional. No direito existem ferramentas específicas para gerenciar processos próprios da advocacia. 

Com esses softwares os sócios do escritório têm acesso a todas as informações de um escritório em tempo real. 

A partir desse acompanhamento ao vivo os gestores ganham uma habilidade muito poderosa no meio, capacidade de tomar boas decisões. 

Quando se tem uma visão completa da realidade atual do mercado e do escritório com base na realidade mais recente, os sócios podem inclusive interceder em setores menos eficientes para revisar processos e valorizar o trabalho de todo o escritório.

Considerações finais

Sendo assim, cada vez mais empresas estão migrando para o meio digital e até aderindo a plataformas virtuais para direcionar o seu trabalho. 

Essa transformação digital também está relacionada ao direito, oferecendo novas facilidades e mais modernidade para os processos. 

Mas, modernizar um escritório de advocacia vai muito além de instalar um jardim vertical com essa implementação todas as tarefas devem ser revistas e os profissionais ambientados para a nova lógica de trabalho. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Editor 3MIND Jurídico

Editor 3MIND Jurídico

Redação 3MIND Jurídico - Nossos conteúdos são produzidos por uma equipe de redatores especialistas nas mais diversas matérias do Direito (Advogados), marketing jurídico, produção de conteúdo e SEO.

Next Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes