Como se tornar um bom advogado trabalhista?

Proteger o direito do trabalhador é importante quando se envolve o processo, e com isso, a importância de ter um bom advogado trabalhista pode colaborar para que o resultado do cliente seja positivo. 

Um advogado trabalhista tem a sua atuação voltada para processos judiciais que ocorrem na área do trabalho em setores privados ou públicos, podendo proteger tanto o trabalhador, como em alguns casos, o empregador. 

Sendo uma das áreas do direito que acabam recebendo grandes movimentações de processos, os profissionais do ramo e até mesmo, os estudantes que desejam se especializar na área, devem ter um conhecimento do mercado como um todo. 

Desde microempreendimentos que fazem caneta executiva personalizada, até grandes corporações, para se obter êxito no segmento.

Como atua um advogado trabalhista?

Especializado na área de trabalho, um advogado deste ramo pode representar as empresas ou então, os trabalhadores que estão em uma disputa judicial contra um empreendimento, na maioria dos casos. 

Há também a possibilidade de atuarem em questões sindicais, sempre atuando entre um dos dois lados, por isso, é importante que o conhecimento sobre os Direitos do Trabalho deva ser para ambos os lados. 

A preparação para se tornar um profissional do ramo inclui o entendimento de como a Justiça do Trabalho funciona, sendo que dentro deste setor, é necessário estudar artigos da Constituição, a CLT e leis infraconstitucionais. 

A Consolidação das Leis Trabalhistas, ou CLT, é uma lei da qual está diretamente ligada ao direito do trabalho, e o direito processual, sendo esse um documento que regulamenta as relações que o trabalhador tem com a empresa, e vice-versa.

Como uma firma terceirizada de limpeza, que por meio do regime de contratação de CLT deve proporcionar o que está escrito na lei, e em empresas que não ocorre isso, os funcionários podem entrar com ações legais contra ela.

Envolvendo tudo o que está na legislação, o advogado trabalhista pode atuar junto ao trabalhador em ações como:

  • Rescisões;
  • Demissões;
  • Seguro desemprego;
  • Acidente de trabalho;
  • Envolvimento de FGTS;
  • Férias;
  • Pagamento de comissão;
  • Cálculo de horas extras.

No caso dos empreendimentos, o profissional na área trabalhista torna-se um consultor para as políticas da empresa e de instituições, também podendo garantir que o negócio cumpra as leis trabalhistas com seus funcionários. 

Alguns empreendimentos podem contar com uma equipe para cuidar das burocracias, enquanto outros, contam apenas com um profissional que pode, ou não, até mesmo atuar diariamente na empresa ou ir em casos de necessidade. 

Em casos de processos, o advogado pode procurar uma conciliação antes de ser dado a entrada judicial, buscando um acordo que possa funcionar para ambas as partes, e em casos que essa conciliação não funcione, o processo é aberto na Justiça do Trabalho. 

A partir de então, é necessário que o caso seja analisado, com a participação das testemunhas que passarão por uma entrevista, bem como, a reunião de provas dentro dos fundamentos jurídicos. 

Por serem mais procurados para as ações trabalhistas quando o funcionário não possui vínculos com a empresa, ou então, em casos de demissões em massas com reunião em um coffee break para 20 pessoas, o perfil deste advogado também é importante.  

Sendo a comunicação e um olhar humanizado sobre a situação um dos pontos mais importantes, junto a empatia, o profissional deve entender quais são os pontos particulares de cada cliente, sendo um dos fatores essenciais para saber como agir.

Isso porque as consequências que pode causar na vida do trabalhador, acaba de alguma forma gerando um impacto em sua vida, e com isso, o profissional deve ter uma empatia durante as ações. 

Por ser um ambiente da qual sofre transformações, é importante que quando o advogado esteja ciente dessas mudanças, tal como um suporte de TI para pequenas empresas deve-se estar atualizado para as novas tecnologias. 

Ainda que as constituições não sofram mudanças muito bruscas, o mercado acaba se modernizando seja na criação das suas empresas ou nos formatos de contratação, ainda que mínimos para não serem contra as leis. 

Portanto, acompanhar tribunais e também, ter um mailing com outros profissionais da mesma área de atuação, ou também de outras que podem ajudar com um aluguel de escritório em um bom ponto.

Além de sempre estar em busca de conhecimento para se aprimorar de forma constante, de modo que possa trazer a satisfação para o seu cliente.

Os principais cuidados e preparativos

Um advogado trabalhista deve ter alguns cuidados enquanto lida com o processo, especialmente quando este acaba tendo que envolver audiências, por isso, o ponto mais importante é ter uma organização.

Preparar-se com antecedência faz com um bom número de provas, e revisar várias vezes os processos, podem contribuir para que o profissional saiba como lidar com a situação no momento da audiência. 

Em casos de impressões de papéis, contar com um aluguel de impressoras antecipado pode contribuir. As provas também devem ser analisadas e confirmadas, tanto por aqueles que estão envolvidos como as testemunhas. 

Ter uma boa comunicação é outro ponto que faz parte dos cuidados que um advogado deve ter, especialmente durante a audiência em meio as explicações para o juiz sobre as provas ou então, as testemunhas. 

Saber explicar corretamente acaba também sendo uma forma de legalizar as provas e documentos que estão sendo apresentados, por isso, não se deve deixar com que o juiz possa desvendar, quanto mais claro for a explicação, melhor será. 

Isso porque as provas funcionam como um front light banner, quanto mais explicativo para quem tiver acesso, melhor terá a sua função cumprida. 

A apresentação de um advogado de forma confusa e, principalmente, desorganizada, pode fazer com que haja brechas em discussões e argumentações da parte oposta que reverterão a situação, e com isso, as chances de perda na audiência. 

A cronologia das provas, as objetividades e a lógica em torno de todo o processo, pode fazer a diferença para o cliente, e com isso, demonstra que o profissional na área trabalhista conhece bem aquele segmento do qual atua.

Dicas para ser um bom profissional do ramo 

Ser um bom profissional na área de direito vai mais do que ter uma fórmica na porta, ou um bom escritório para atuar e receber os clientes, por isso, é importante que o advogado também busque dicas para que sempre esteja melhorando. 

Ser objetivo e simples é um dos principais pontos, de modo que ao ser passado na audiência de um modo direto, pode-se ter um maior êxito. 

Outro ponto que pode contribuir para o advogado se tornar um bom profissional está relacionado às testemunhas, especialmente endereços para que notificações judiciais possam ser entregues corretamente.

Em termos de tribunais, quando um depoimento for dado, pedir a prova para que seja validado pode ser uma boa forma de ganhar pontos na audiência, especialmente se tal depoimento conter mentiras que podem transformar a sessão. 

Os detalhes são muito importantes, e através deles que pode surgir um bom profissional, afinal, pequenas palavras ou até mesmo, ações, podem transformar o processo favorável para a parte contrária. 

Desde endereços, provas, documentos, tudo deve ser importante ter todos os detalhes acertados para que nada possa se tornar um empecilho que reverta a situação em favor da parte oposta.

Quando houver conciliações, é importante que um bom profissional esteja atento as verbas de indenização, tanto nos casos que o empregado irá receber quanto ao que o empregador irá pagar, de modo que o que foi estabelecido pelo juiz, seja cumprido.

Um bom profissional também deve estar atento às tecnologias que vão surgindo e que podem colaborar com a sua profissão, desde as que são para computadores como para celulares, de modo que através delas, também podem surgir oportunidades.

O sucesso de um bom profissional também depende das escolhas que ele terá, sua oralidade e comunicação que pode fazer com que o resultado seja favorável para o seu cliente e para ele. 

As reputações dentro do campo do direito são feitas aos poucos, por isso, é necessário ser paciente para que possa ter um reconhecimento.

Considerações finais 

Ser um advogado trabalhista requer um conhecimento e um acompanhamento do mercado, visto que mesmo tendo a constituição e leis estabelecidas, a mudança no ambiente ainda é algo que ocorre e que pode influenciar em muitas ações. 

Com um olhar humanizado, esse profissional pode atuar tanto defendendo o trabalhador como também, sendo um conselheiro de empresas para que estas cumpram as leis em torno do setor do trabalho. 

Ter uma organização e saber ter uma boa oralidade, assim como saber se comunicar, é algo essencial para um profissional da área trabalhista, do mesmo modo que é necessário para todos os campos dentro da área de direito. 

Tornar-se um bom advogado trabalhista requer muito estudo, principalmente ter contatos com o meio e sempre estar atento aos noticiários ou tudo o que pode acabar impactando o mercado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Editor 3MIND Jurídico

Editor 3MIND Jurídico

Redação 3MIND Jurídico - Nossos conteúdos são produzidos por uma equipe de redatores especialistas nas mais diversas matérias do Direito (Advogados), marketing jurídico, produção de conteúdo e SEO.

Next Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Recentes